Dr. Edmir Américo Lourenço

CRM: 26.252

Professor Titular da Disciplina de Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina de Jundiaí – SP

RINITE ALÉRGICA - ALERGIAS



Rinite AlérgicaDesde a Antigüidade existe uma preocupação com as alergias respiratórias, cuja ocorrência tem aumentado no mundo, devido à poluição e à industrialização. Ocorrem em pacientes com predisposição familiar e têm como principais causas a poeira doméstica, os ácaros ou carrapatinhos do ar, os fungos, os pólens das plantas e os pelos de animais. Interessante é o fato de que o gato é um grande problema para o alérgico devido à potente ação de sua saliva e o animal tem por hábito lamber-se freqüentemente, eliminando seus pelos lambidos no ambiente.


Rinite AlérgicaNão falarei sobre alergias da pele e por alimentos. A chance de uma criança nascer com predisposição alérgica respiratória – rinite e asma brônquica – é de 30% quando pai ou mãe é alérgico, aumentando para 70% quando ambos o são. Há agravantes, como a poluição ambiental, fumaça de cigarro, produtos químicos no ar e muitos outros.


Rinite AlérgicaOs principais sintomas da rinite alérgica são a coceira no nariz, nos olhos, garganta e lábios e as crises de espirros. A secreção nasal aquosa e o entupimento, muitas vezes com respiração pela boca e insônia em geral completam os sintomas, todos decorrentes de inflamação da mucosa de revestimento interno do nariz.


Rinite AlérgicaEntre as conseqüências da rinite alérgica temos as sinusites alérgicas, às vezes complicadas com infecções, a respiração bucal, cansaço, deformidades faciais e ortodônticas, alterações de humor, desatenção e distúrbios olfatórios. Além disso, muitos alérgicos tornam-se viciados, isto é, dependentes de gotas nasais descongestionantes, quando usadas por mais de 5 dias para desentupir o nariz e que inicialmente até dão um grande alívio. É a rinite medicamentosa, que soma-se à rinite alérgica e piora os sintomas.


O tratamento da rinite alérgica é eficaz, objetivo, seguro e bloqueia a cronificação do processo inflamatório da mucosa do nariz para prevenir seqüelas e complicações oculares e até mesmo cerebrais. Os cuidados ambientais são fundamentais e deve-se evitar quartos pouco arejados e que não recebam muito sol, carpetes, tapetes e cortinas, bichinhos de pelúcia e quaisquer objetos que acumulem poeira, como por exemplo livros, jornais e revistas velhas, assim como animais de estimação. A limpeza doméstica deve ser feita com máscara e há produtos acaricidas que podem ser usados na limpeza doméstica e matam 90% dos ácaros da casa, reduzindo esse importante fator de exposição do alérgico. Devem ser evitados corantes e alguns medicamentos por orientação do especialista. As vacinas específicas são o melhor tratamento dos casos difíceis e embora dure mais de um ano, as aplicações são espaçadas de 7 a 21 dias, indolores e a melhora é para toda a vida. Os tratamentos medicamentosos proporcionam uma melhora enquanto se toma a medicação, enquanto a vacinoterapia é o Rinite Alérgicaúnico tratamento eficaz para o alívio prolongado ou definitivo dos 4 sintomas, que melhoraram em média 79% de 280 pacientes tratados. Algumas cirurgias são um recurso útil, porém devem ser deixadas como uma última opção para casos selecionados.


Por: Dr. Edmir Américo Lourenço


Dr.Edmir Américo Lourenço - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: LÉO ANDRADE.NET