Dr. Edmir Américo Lourenço

CRM: 26.252

Professor Titular da Disciplina de Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina de Jundiaí – SP

RONCO E APNÉIA



RONCO NOTURNO E O USO DE CPAPs


O ronco é um sintoma frequentemente confundido na mídia e na prática médica diária com uma doença chamada apnéia do sono. Apnéia é a parada respiratória com abolição total do fluxo de ar nas vias aéreas superiores, com duração e freqüência variáveis, que somente o médico tem condições de avaliar. Hipopnéia é a redução desse fluxo. Há vários tratamentos eficazes para o ronco e apnéia, tendo em seu grau máximo a indicação de aparelhos respiradores chamados CPAPs, sigla em inglês que traduzida para o português significa “pressão positiva contínua de ar”. Esse aparelho é um respirador artificial, que insufla ar para os pulmões do paciente, numa pressão contínua adaptada individualmente de acordo com sua necessidade, porém tem indicação para CASOS GRAVES DE APNÉIA, em sua imensa maioria obesos mórbidos, isto é, com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior que 40. Para se calcular o IMC deve-se dividir o peso da pessoa pela altura ao quadrado.



Portanto, esse aparelho tem indicações específicas e absolutamente restritas e se presta ao tratamento da doença apneica e NÃO DO RONCO, porém tem sido indicado de forma inescrupulosa, meramente comercial e anti-ética, desacreditando os avanços da medicina, o profissional médico e o próprio exercício da Medicina como um todo, de forma injusta, por tratar-se de conduta de uma insignificante minoria da classe profissional, que merece sim, a atenção do nosso Conselho Regional de Medicina. Tais pacientes fazem uso desse tipo de aparelho SEM QUALQUER BENEFÍCIO, sua imensa maioria o abandona e arca com substancial prejuízo financeiro. Não se pode calar diante de descalabros desta natureza, e para fugir disso, muitos pacientes buscam, cada vez mais, uma segunda opinião de outro médico, para não cair nas garras do exercício do mercantilismo na Medicina, o que onera sobremaneira o custo-saúde. A má indicação do CPAP equivale a prescrever uma cadeira de rodas para quem necessita apenas e tão somente de uma muleta!


CPAP – sigla do idioma inglês: “continuous positive air pressure”.


Por: Dr. Edmir Américo Lourenço


Dr.Edmir Américo Lourenço - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por: LÉO ANDRADE.NET